Dicas para fotografar interiores

Interior sala

Fotografar espaços interiores seja profissionalmente  ou com objetivos  artísticos, é um grande desafio, mas ao mesmo tempo é extremamente gratificante. Há vários fatores que precisam ser levados em consideração, mas se você fizer tudo certo terá fotos espetaculares para usar em seu portfólio de arte fotográfica, recentemente tiramos algumas fotos para uma empresa que fabrica Móveis planejados df e o resultado foi surpreendente, utilizando algumas técnicas simples que citaremos mais abaixo.

 Fotografar interiores é totalmente diferente de fotografar paisagens, atividades ou pessoas. Quando o assunto da sua foto é o próprio espaço, você precisa prestar atenção em detalhes diferentes daqueles quando você está sentado em frente a uma pessoa ou correndo atrás de convidados de um casamento.

 Por mais que o ambiente interno esteja bem iluminado, nem sempre as fotografias ficam boas. Muitos manifestam uma grande dificuldade a respeito à tonalidade das imagens, que ficam um tanto diferente do ambiente que vemos ao vivo: ou ficam amareladas, ou ficam pálidas demais; e muitas vezes, o flash não ajuda, deixando o ambiente um tanto artificial.

 Não tem experiência com ambientes internos? Aqui você tem algumas dicas que vão deixar suas fotos com cara de profissionais.

 Posicione-se corretamente

 É extremamente difícil fotografar interiores e tentar capturar todo o espaço num enquadramento só. Ficar nos cantos vai te dar uma maior abrangência do espaço .No entanto, às vezes você vai conseguir a melhor foto não quando capturar o maior espaço possível, mas sim quando capturar a parte mais interessante desse espaço.

Enquanto você estiver se movimentando e fazendo testes, procure identificar os ângulos e posições que melhor mostram detalhes mais interessantes que merecem destaque. Além disso, mantenha retas as linhas retas: em imagens como essas é importante ter um claro sentido de orientação..

 ISO

 Como a iluminação em ambientes internos geralmente é mais fraca que a luz disponível ao ar livre, você precisará aumentar o valor da ISO.  Quanto menos luz disponível, maior será o valor do ISO que você irá usar. Só evite usar o valor máximo que sua câmera oferece, pois quanto mais alto o valor do ISO, mais ruído a imagem terá. (ruídos são aqueles potinhos coloridos que aparecem em um fundo branco, por exemplo).

A cada vez que o ISO é aumentado, a sensibilidade do sensor à luz dobra, Se você não sabe qual valor ISO utilizar, pode usar a seguinte escala como base: 100, 200, 400, 800, 1600, 3200… Isso significa que cada valor torna o sensor duas vezes mais sensível à luz, e a foto ficará mais clara. A escala comum vai de 100 a 3200, Porém algumas câmeras podem ter o valor do ISO até 102400.

Fundo

 Defina um estudo para o estilo de fundo. Um pano branco de fundo garante que os móveis se misturem com o fundo, além torná-lo mais fácil de pós-produção, se o objetivo é colocar em destaque uma única peça.

Equilíbrio nas cores

 Após fotografar, equilibrar as cores da imagem, em fotografia de ambientes internos, é a tarefa muito importante no momento da edição. Para portfólios de design de interiores, com um estilo mais minimalista, vai ficar melhor uma configuração de cores mais frias. Já para fotos padrão para uma imobiliária, por exemplo, são mais indicadas fotos com cores mais quentes do que frias, para passar uma imagem agradável.

Tripé, seu melhor companheiro

Além de querer maior nível de nitidez queremos ter a opção para compor a foto da melhor forma. Um grande benefício de fotografar objetos que não são pessoas é que eles não se movimentam ou piscam, então você pode tirar a foto com muita calma e cuidado para conseguir o melhor resultado em somente um click. E para isso nada como um tripé firmando a câmera exatamente onde você quer que ela esteja!

Atenção Para os Diferentes Tipos de Luzes Artificiais

Tratando-se sobre White Balance, lembra-se  como esse detalhe é capaz de acabar com o resultado final de qualquer foto. Sobre a  iluminação artificial, é importante  lembrar que muito  das câmeras atualmente oferece diferentes tipos de ajuste para lâmpadas fluorescentes e de tungstênio.

As lâmpadas fluorescentes são projetadas para fornecer luz difusa discreta. Portanto, são boas para fotografar em preto e branco. Compare a cena que você vê com a que aparece na tela de LCD da câmera para chegar ao ajuste mais adequado à situação.Já as lâmpadas incandescentes emitem uma luz mais amarelada, o que transmite às imagens a sensação de calor.

Espero que estas dicas sejam úteis para vocês, se você quiser conferir algumas das fotos que fizemos em uma sessão para a empresa Oficial Móveis, basta acessar o site: http://oficialmoveis.com e ver como ficou e usar como base para as fotos de vocês.